TRADUTOR

quarta-feira, 15 de junho de 2011

REDUÇÃO DO COLESTEROL CAUSA CÂNCER?

Um estudo feito por cientistas americanos relacionou a incidência de câncer a reduções significativas do nível de colesterol, obtidas pelo consumo de estatina.
A pesquisa foi feita com 40 mil pessoas que tomaram estatina para abaixar o nível de colesterol "ruim" - LDL - no sangue. Aquelas com níveis mais baixos de LDL registraram mais casos de câncer, apontou o estudo.
Os pesquisadores não souberam dizer se a descoberta é um efeito colateral da estatina ou resultado do colesterol baixo. "A análise não implica a estatina no aumento do risco de câncer", dizem os pesquisadores da Tufts University School of Medicine, de Boston.
"Os benefícios demonstrados da estatina em baixar o risco de doenças cardíacas permanecem claros." "Entretanto, certos aspectos de reduzir o LDL com estatina permanecem polêmicos, e merecem pesquisas mais avançadas."


Análises


Os pesquisadores analisaram dados de 13 experimentos em que um total de 41.173 pessoas tomaram estatina. Eles examinaram a relação entre doses baixas, médias e altas de estatina e taxas de novos casos de câncer diagnosticados. Altas taxas da doença - independente do tipo e do local dos casos - foram observadas em grupos com níveis baixos de LDL.

Os autores disseram que suas descobertas são importantes porque mais e mais experimentos demonstram os benefícios cardiovasculares da redução nos níveis de LDL.
Um porta-voz da Fundação Britânica para o Coração disse que "as descobertas não mudam a mensagem de que os benefícios de tomar estatina superam os riscos potenciais (de câncer)".
Já a organização Cancer Research UK afirmou: "As descobertas devem ser tratadas com cautela - como os autores apontam, elas não provam que os baixos níveis de colesterol LDL podem aumentar o risco de câncer". "Mais pesquisa é necessário antes de tirar qualquer conclusão firme."

terça-feira, 3 de agosto de 2010

EXERCÍCIOS FÍSICOS PARA HIPERTENSOS


Em pessoas hipertensas, os exercícios físicos repetidos têm um efeito benéfico para a redução parcial da pressão arterial, mas não a corrigem completamente. Cientistas que buscaram entender os motivos dessa não correção identificaram os vilões dessa história: os rins. Constatou-se, em pesquisas, que os vasos sanguíneos desses órgãos se contraem durante a atividade física. A hipertensão resulta da força a mais que o coração emprega para bombear o sangue em arteríolas (pequenos vasos sanguíneos) que, com suas paredes contraídas, apresentam menor espaço para a passagem do sangue.

Os exercícios físicos já são utilizados como uma forma de prevenção e tratamento a quadros leves de hipertensão, pois durante sua realização é apresentada uma diminuição da parede das arteríolas dos músculos esqueléticos - utilizados durante os exercícios - aumentando o espaço para a passagem do sangue. Nos testes realizados com ratos verificou-se que nos rins a espessura das paredes dos vasos não foram alteradas, mantendo assim reduzido o canal para a passagem de sangue. A prevenção e o tratamento da hipertensão através de intervenções não medicamentosas já está conquistando vários adeptos. Médicos e pacientes estão utilizando esta estratégia terapêutica com mais frequência, desfrutando dos seus benefícios a médio e longo prazo.

O tratamento farmacológico, é certo, pode reduzir os níveis pressóricos em indivíduos hipertensos. No entanto, esses medicamentos anti-hipertensivos podem não ser indicados a todos, por terem alto custo, e ainda trazer consequências indesejáveis para a saúde. Por isto, tratamento da hipertensão através da atividade física (não farmacológico) vem recebendo grande atenção. Embora a eficácia da atividade física no tratamento não farmacológico da pressão arterial não deixe dúvidas, apenas 75% dos pacientes hipertensos são responsivos ao treinamento físico.
.
Das diversas intervenções não medicamentosas, o exercício físico está associado a múltiplos benefícios. Bem planejado e orientado de forma correta, quanto a sua duração e intensidade, pode ter um efeito hipotensor importante. Uma única sessão de exercício físico prolongado de baixa ou moderada intensidade provoca queda prolongada na pressão arterial. Porém, alguns fatores devem se ser considerados para alcançar os efeitos hipotensores do treinamento. É necessária uma padronização quanto à intensidade, frequência e duração das sessões.

Os efeitos fisiológicos do exercício físico são classificados em agudos imediatos, agudos tardios e crônicos. Os agudos (respostas), são relacionados com a sessão de exercício, ocorrem nos períodos pré-imediatos, per e pós-imediato rápido (até alguns minutos) ao exercício físico (aumento da FC, da pressão sistólica e pela sudorese associada ao esforço). Estes efeitos são aqueles observados durante as 24 ou 48 horas (às vezes até 72 horas) após uma sessão de exercício e podem ser identificados na discreta redução dos níveis tensionais (especialmente nos hipertensos), na expansão do volume plasmático, na melhora da função endotelial e no aumento da sensibilidade insulínica nas membranas das células musculares.
.
Os efeitos crônicos, denominados adaptações, (bradicardia relativa de repouso, hipertrofia ventricular esquerda fisiológica e aumento do consumo máximo de oxigênio), são resultados da frequência e regularidade às sessões de exercício, e são características morfofuncionais que distinguem um indivíduo fisicamente treinado, de um sedentário. A utilização de exercícios físicos para pacientes hipertensos como prevenção e tratamento da hipertensão arterial, apresentam implicações clínicas importantes, uma vez que os mesmos produzem efeitos que podem reduzir ou mesmo abolir a necessidade do uso de medicamentos anti-hipertensivos. Embora estes efeitos não sejam tão intensos quanto ao tratamento medicamentoso.

O exercício regular, aeróbico de baixa e moderada intensidade deve ser incluído como uma conduta não farmacológica no tratamento da hipertensão arterial. A aplicabilidade de exercícios resistidos na população hipertensa é um campo de investigação recente e os resultados ainda não são conclusivos. Porém, exercícios resistidos de baixa intensidade (RML), podem ser incluídos como complemento ao exercício aeróbico.

ATENÇÃO: Ao procurar a tal fórmula mágica para emagrecer, você depara com a dobradinha clássica: dieta balanceada e atividade física, os responsáveis pela perda de peso saudável. O que pouca gente conhece, no entanto, é a combinação de exercícios certos para alcançar a meta mais depressa. O primeiro engano de quem se exercita com o objetivo de emagrecer é achar que quanto mais exercício fizer, melhor para a perda de peso. Muito pelo contrário, é importante evitar o excesso de atividades físicas para não fadigar os músculos. Praticar exercícios três vezes por semana é suficiente para notar resultados em um mês. (Liliana Diniz)

sexta-feira, 2 de abril de 2010

CONSELHOS PARA UMA VIDA SAUDÁVEL

Harvard e Cambridge publicaram recentemente um compêndio com 21 Conselhos saudáveis para melhorar a qualidade de vida de forma prática e habitual:

01- Um copo de suco de laranja diariamente para aumentar o Ferro e repor a vitamina C.

02- Salpicar canela no café (mantém baixo o colesterol e estáveis os níveis de açúcar no sangue).

03- Trocar o pãozinho tradicional pelo pão integral. O pão integral tem 4 vezes mais fibra, 3 vezes mais zinco e quase 2 vezes mais Ferro que tem o pão branco.

04- Mastigar os vegetais por mais tempo. Isto aumenta a quantidade de anticancerígenos liberados no corpo. Mastigar libera sinigrina. E quanto menos se cozinham os vegetais, melhor efeito preventivo têm.

05- Adotar a regra dos 80%: servir-se menos 20% da comida que costuma comer, evita transtornos gastrintestinais, prolonga a vida e reduz o risco de diabetes e ataques de coração.

06- Laranja... O futuro está na laranja, que reduz em 30% o risco de câncer de pulmão.

07- Fazer refeições coloridas como o arco-íris . Comer diariamente uma variedade de vermelho, laranja, amarelo, verde, roxo e branco em frutas e vegetais, cria uma melhor mistura de antioxidantes, vitaminas e minerais.

08- Comer pizza, macarronada ou qualquer outra coisa com molho de tomate. Mas, escolha as pizzas de massa fininha. O Licopeno, um antioxidante dos tomates pode inibir e ainda reverter o crescimento dos tumores; e ademais é melhor absorvido pelo corpo quando os tomates estão em molhos para massas ou para pizza .

09- Limpar sua escova de dentes e trocá-la regularmente. As escovas podem espalhar gripes e resfriados e outros germes. Assim, é recomendado lavá-las com água quente pelo menos quatro vezes à semana. (aproveite o banho no chuveiro), sobretudo após doenças, quando devem ser mantidas separadas de outras escovas.

10- Realizar atividades que estimulem a mente e fortaleçam sua memória... Faça alguns testes ou quebra-cabeças, palavras-cruzadas, aprenda um idioma, alguma habilidade nova... Leia um livro e memorize parágrafos; escreva, estude, aprenda. Sua mente agradece e seus amigos também, pois é interessante conversar com alguém que tem assunto.

11- Usar fio dental e não mastigar chicletes. Acreditem ou não, uma pesquisa deu como resultado que as pessoas que mastigam chicletes têm mais possibilidade de sofrer de arteriosclerose, pois tem os vasos sanguíneos mais estreitos, o que pode preceder a um ataque do coração. Usar fio dental pode acrescentar seis anos a sua idade biológica porque remove as bactérias que atacam aos dentes e o corpo.

12- Rir. Uma boa gargalhada é um "mini-workout" , um pequeno exercício físico: 100 a 200 gargalhadas equivalem a 10 minutos de corrida. Baixa o estresse e acorda células naturais de defesa e os anticorpos.

13- Não descascar com antecipação. Os vegetais ou frutas, sempre frescos, devem ser cortados e descascados na hora em que forem consumidos. Isso aumenta os níveis de nutrientes contra o câncer. Sucos de fruta têm que ser tomados assim que são preparados.

14- Ligar para seus parentes/pais de vez em quando. Um estudo da Faculdade de Medicina de Harvard concluiu que 91% das pessoas que não mantém um laço afetivo com seus entes queridos, particularmente com a mãe, desenvolvem alta pressão, alcoolismo ou doenças cardíacas em idade temporã.

15- Desfrutar de uma xícara de chá. O chá comum contém menos níveis de antioxidantes que o chá Verde, e beber só uma xícara diária desta infusão diminui o risco de doenças coronárias. Cientistas israelenses também concluíram que beber chá aumenta a sobrevida depois de ataques ao coração.

16- Ter um animal de estimação. As pessoas que não têm animais domésticos sofrem mais de estresse e visitam o médico regularmente, dizem os cientistas da Cambridge University. Os mascotes fazem você sentir-se otimista, relaxado e isso baixa a pressão do sangue. Os cães são os melhores, mas até um peixinho dourado pode causar um bom resultado.

17- Colocar tomate ou verdura frescas no sanduíche. Uma porção de tomate por dia baixa o risco de doença coronária em 30%, segundo cientistas da Harvard Medical School; vantagens outras são conseguidas atráves de verduras frescas.

18- Reorganizar a geladeira. As verduras em qualquer lugar de sua geladeira perdem substâncias nutritivas, porque a luz artificial do equipamento destrói os flavonóides que combatem o câncer que todo vegetal tem. Por isso, é melhor usar a área reservada a ela, aquela caixa bem embaixo ou guardar em um tape ware escuro e bem fechado.

19- Comer como um passarinho. A semente de girassol e as sementes de sésamo nas saladas e cereais são nutrientes e antioxidantes. E comer nozes entre as refeições reduz o risco de diabetes.

20- Uma banana por dia quase dispensa o médico, vejamos: "Pesquisa da Universidade de Bekeley”. A banana previne a anemia, a tensão arterial alta, melhora a capacidade mental, cura ressacas, alivia azia, acalma o sistema nervoso, alivia TPM, reduz risco de infarto, e tantas outras coisas mais, então, é ou não é um remédio natural contra várias doenças?

21- Por último, um mix de pequenas dicas para alongar a vida: comer chocolate. Duas barras por semana estendem um ano a vida. O amargo é fonte de ferro, magnésio e potássio.

- Pensar positivamente.
Pessoas otimistas podem viver até 12 anos mais que os pessimistas, que, além disso, pegam gripes e resfriados mais facilmente, são menos queridos e mais amargos.

- Ser sociável.
Pessoas com fortes laços sociais ou redes de amigos têm vidas mais saudáveis que as pessoas solitárias ou que só têm contato com a família.

- Conhecer a si mesmo.
Os verdadeiros crentes e aqueles que priorizam o "ser" sobre o "ter" têm 35% de probabilidade de viver mais tempo, e de ter qualidade de vida...

Não parece tão sacrificante, não é verdade? Uma vez incorporados, os conselhos, facilmente tornam-se hábitos... É exatamente o que diz uma certa frase de Sêneca: "Escolha a melhor forma de viver e o costume a tornará agradável!"
Crie bons hábitos e torne-se escravo deles, como costumamos ser dos maus hábitos.

Obrigada a todos vocês pela visita em meu bloguinho.

Liliana Diniz- FUABC - Santo André

quarta-feira, 3 de março de 2010

EMAGREÇA COM SAÚDE
.
COMO OS FRANCESES

Nada disso. Pelo menos é o que prega o Dr. Will Clower, autor de "A não-dieta dos franceses", lançado recentemente pela editora Campus. O médico neurofisiologista desenvolveu, durante sua estada de dois anos no Institute of Cognitive Science, em Lyon, na França, um plano de 10 etapas para nunca mais fazer dieta e, ainda assim, emagrecer com saúde, como os franceses.
"Descobri que os franceses violam todas as regras alimentares que estipulamos para nós. E, apesar de seus cremes, queijos, manteigas e pães, a taxa de obesidade na França é de apenas 11,3% da população, segundo pesquisa realizada pela Internacional Obesity Task Force. O programa deemagrecimento saudável é baseado em quatro grandes princípios básicos: escolher alimentos de verdade, aprender a comer, reduzir a quantidade de comida e ser ativo, sem necessariamente se exercitar", explica no livro.
Segundo o médico, estamos inundados de alimentos artificiais – açúcares sintéticos, gorduras sintéticas e produtos alimentícios artificiais. Falta-nos reaprender o que é comida de verdade, já que é a ingestão dela que proporciona ao corpo a nutrição na forma de que ele necessita. Clower afirma que em vez de estimular a ingestão de novas substâncias químicas para enganar o organismo, o programa mostra porque alimentos de verdade funcionam em favor do corpo.

"Temos que reaprender o que é comida de verdade. Alimentos de verdade são os produtos naturais, que podem ser encontrados em um texto de biologia e que normalmente fazem parte da cadeia alimentar. Refrigerantes não dão em árvore, margarina é uma invenção, e os corantes, conservantes e estabilizantes que aumentam a vida do produto não foram feitos para o nosso corpo", defende.
Em sua observação dos costumes alimentares franceses, o médico descobriu que os franceses não comem alimentos processados, não evitam gorduras, chocolates e nem carboidratos, não tomam suplementos alimentares, não se abstêm do vinho no almoço e no jantar e não comem com pressa.
Ao adotar os hábitos franceses, ele e a mulher emagreceram, respectivamente, onze e cinco quilos. - Fiquei impressionado, em uma volta pelo supermercado, com fileiras e fileiras de queijos, uma geladeira inteira só pra iogurtes e queijos frescos. Onde estavam os produtos lights? - disse o médico.
Entre outras dicas, Clower prescreve uma limpa na dispensa e na geladeira, com o auxílio do que se deve ter em casa, fala sobre os benefícios da cerveja e do vinho, com moderação, é claro, da importância de se passar mais tempo à mesa, usufruindo do sabor da comida e de como isso auxilia a diminuir o tamanho das porções, e da necessidade de se manter ativo. Os resultados garante ele, surgem em seguida.
.
Plano de 10 etapas para nunca
mais precisar fazer dieta!
.
1 - Comer devagar. Comer muito rápido faz comer mais. O estômago demora cerca de 20 minutos para mandar um sinal para o cérebrode estar recebendo o alimento. Comendo devagar, o cérebro tem tempo de receber a mensagem de que seu corpo está satisfeito com menos.
2 - Garfadas menores... O paladar está na superfície da língua. Se a sua boca está cheia de comida, você nem sente o gosto.
3 - Concentre-se na comida. Comer em frente à TV ou no carro faz o momento se tornar irrelevante. A falta de atenção faz com que se coma demais.
4 - Apóie o garfo no prato. Se ainda tem comida na sua boca, coloque o garfo no prato. Não o encha novamente até que tenha engolido.
5 - Sirva a comida em pratos pequenos. Isso resolve dois problemas de uma só vez: o de lavar a louça e o fato de você comer com os olhos.
6 - Comida sem gordura engorda. Comidas sem gordura não satisfazem e contêm mais açúcares.
7 - Se não for comida, não coma. Nosso corpo sabe o que é comida de verdade: carnes, frutas, verduras. Invenções como coca-cola causam problemas de saúde e de sobrepeso.
8 - Coma em etapas. Coma a salada primeiro. Isso ajuda a ganhar tempo à mesa e previne que você coma rápido e em grande quantidade..9 - Gordura é necessária na dieta. Seu corpo e cérebro necessitam de gordura para serem saudáveis. Você come uma quantia normal de gordura quando come alimentos de verdade, como manteiga, azeite, ovos, castanhas e queijos.
10 - Alta qualidade da comida leva a comer menos quantidade. Alimentos que se deve ter em casa Peixes (salmão, sardinha, atum) Grãos (granola, aveia, arroz) Hortaliças (feijões, cebola, batata, abóbora, tomate) Óleos e vinagres (azeite de oliva, óleo 100% vegetal, vinagre) Produtos de padaria (farinha, ervas, temperos, açúcar branco ou mascavo, pimenta, sal) Lanches (frutas desidratadas, biscoitos não-hidrogenados, nozes, azeitona) Condimentos (mostarda, maionese de verdade) Lacticínios (manteiga, queijo, ovos, leite, iogurte) Bebidas (café, cerveja, suco da fruta natural, chá, água, vinho).
.
O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ ACABA
DE BEBER UM REFRIGERANTE
.
Primeiros 10 minutos: 10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% do recomendado diariamente... Você apenas não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico corta o gosto.
20 minutos: o nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina... O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura. (É muito para este momento em particular.)
40 minutos: a absorção de cafeína está completa... Suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente... Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras.
45 minutos: o corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como com a heroína.)
50 minutos: o ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo... As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina.
60 minutos: as propriedades diuréticas da cafeína entram em ação... Você urina... Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, os quais seus ossos precisariam... Conforme a onda abaixa você sofrerá um choque de açúcar. Ficará irritadiço. Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas das quais farão falta ao seu organismo. Pense nisso antes de beber refrigerantes, mas se não puder evitá-los, modere sua ingestão! Prefira sucos naturais e água! Em sendo possível, dê preferência por aqueles sucos que se vê as frutas (de boa procedência) sendo preparadas. Seu corpo agradece!
Esta não é uma campanha para prejudicar a venda deste ou daquele refrigerante, mas sim, uma Campanha pela Saúde; sua e do seu bolso, que deixará de comprar muitos remédios...
.
Liliana Diniz

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

TOME CUIDADO: A MORTE ESTÁ NA MESA

O DOCE VENENO CHAMADO AÇUCAR

Os refrigerantes contêm 25% de açúcar; a cerveja um pouco menos; o tabaco do cigarro é curtido em açúcar; carnes defumadas levam açúcar; pasta de dente também; e até o açúcar mascavo, aquele que os naturalistas consomem, não está livre do açúcar refinado... Tudo o que comemos se transforma em glicose, proteína e gordura. A proteína e a gordura vão constituir os tecidos e as células. A glicose é absorvida pelos intestinos e vai pelo sangue até o pâncreas, que libera insulina. O fígado junto aos dois, glicose e insulina, acrescenta mais outras substâncias e produz o glicogênio. Este fica estocado no fígado, principalmente, e nos músculos, para se transformar em energia quando precisamos de combustível. A glicose - o açúcar dos alimentos naturais encontrados em legumes, verduras, frutas, cereais etc... não causa males à saúde. O problema está nos alimentos industrializados que contêm grandes quantidades desse doce veneno chamado açúcar. Uma pessoa de classe média consome 150 gramas de açúcar diariamente, mesmo sabendo que ele afeta o pâncreas, o baço, os pulmões, o coração, o estômago, os intestinos, a circulação, o fígado, a pele, os ovários, a vagina, os dentes, os ossos, os olhos, o cérebro e a alma. Além disso, está provado cientificamente que o açúcar causa uma certa apatia, explicada pelo encontro da insulina com um aminoácido chamado triptofano; que é rapidamente convertido no cérebro em serotonina, um tranquilizante natural. Por isso, sempre que uma pessoa está nervosa, nós oferecemos a ela um "copo de água com açúcar que passa". Alguns séculos antes de Cristo, os médicos hindus usavam o açúcar como remédio, provavelmente para conduzir mais rapidamente no organismo as substâncias medicinais às quais era adicionado, mas o processo de refino, naquela época, era artesanal. Foram os persas, perto do ano 600 d.C., que fabricaram o primeiro composto da rapadura que podia ser transportado. Então, os europeus conheceram o sabor açucarado desse produto industrializado e, os portugueses com suas grandes navegações para o Oriente, começaram a ficar ricos. Quando descobriram o Brasil, Martim Afonso de Souza instalou em São Vicente o primeiro engenho de açúcar - movido a escravos - no país. Naquela época, nosso maior freguês era a Inglaterra. Em 1665, chegou a importar mais de 8 mil toneladas do produto. Coincidência ou não, nesse mesmo ano cerca de 30 mil pessoas morreram, em Londres, vitimadas pela peste bubônica, apresentando inchações nas axilas e virilhas. A relação entre a nova doença e o espantoso consumo de açúcar, que, sabe-se, predispõe o organismo a infecções, fora descartada pelas autoridades médicas, conforme as instruções - e pressões - da corte britânica, já que os nobres iniciavam altos investimentos em indústrias açucareiras nas suas colônias. O mais interessante é que registros revelam que não houve mortes entre os pobres - esses não tinham dinheiro para comprar açúcar, produto consumido apenas entre os mais ricos. Em 1912, o Dr. Robert Boesler, dentista norte-americano, escrevera que "a moderna fabricação do açúcar nos trouxe doenças inteiramente novas", entre elas, o diabetes mellitus, a terceira doença que mais mata, depois do câncer e dos problemas cardíacos. Além disso, será diabética uma em cada cinco crianças que nascem e, entre jovens e adultos, três em cada cinco têm hipoglicemia - estágio pré-diabético em que o pâncreas produz insulina demais em resposta ao açúcar ingerido. A ingestão de açúcar é que causa excesso de glicose. Esse é devolvido à corrente sanguínea em forma de ácidos gordurosos que logo se acumulam nas coxas, nádegas e ventre, e depois começam a envolver os rins e coração numa grossa camada de muco e gordura que chega a penetrar no tecido do órgão, deixando-os enfraquecidos. Paralelamente, no sistema nervoso, o ramo parassimpático entra em parafuso e começa a contrair o que devia estar relaxado, relaxando o que era para contrair. Daí, surge a sonolência, responsável por inexplicáveis baixas na produtividade de trabalhadores e de estudantes, e estreitamente relacionada com muitos acidentes de trânsito.
(fonte:Dr. Dante Rosenthal - Médico Pesquisador)
Liliana

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

NOVE ALIMENTOS DA ETERNA JUVENTUDE

Conheça os nove alimentos que combatem o envelhecimento precoce e auxiliam na recomposição de células envelhecidas.
.
1- MAÇÃ
Estudos científicos têm demonstrado que o consumo regular de maçãs ajuda a retardar o envelhecimento da pele, protegendo-a dos raios solares. A fruta é rica em fibras e vitamina c, reduz risco de câncer e torna o sistema imunológico mais jovem, pois possui flavonóides e polifenóis. Uma pesquisa da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, garante que, para prevenir o câncer, uma maçã pequena e com casca tem o mesmo poder de arrasar os temidos radicais livres que 30 copos de suco de laranja (63 calorias em cem gramas).
A maçã é excelente para prevenir e manter a taxa de colesterol em níveis aceitáveis. Esse efeito é devido ao alto teor de pectina, encontrada na casca. Também tem um efeito acentuado para emagrecimento, pois a pectina dificulta a absorção das gorduras, da glicose e elimina o colesterol.
O alto teor de potássio contido na polpa da maçã faz eliminar o sódio excedente e também o excesso de água retida no corpo.

--------------------------------------------------
2 - AVEIA

De todos os cereais, a aveia é uma das mais ricas em fibras. Ela ajuda a diminuir o colesterol ruim, o LDL. A quantidade recomendada: 40 gramas por dia de farelo ou 60 gramas da farinha. A aveia previne doenças cardiovasculares por seus efeitos sobre o colesterol, a arteriosclerose, o envelhecimento dos tecidos, a hipertensão arterial e por seus efeitos como antiinflamatório. Para os dentes, combate as cáries. Melhora a concentração e o esgotamento mental. É útil em enxaquecas, insônia, hiperatividade e ansiedade.
Indicada para controle de diabetes, como estabilizadora do nível de açúcar no sangue, porque estimula a atividade do pâncreas, e também como fonte de energia para assimilação lenta e de fibras.

--------------------------------------------------
3 - ALHO

Um estudo realizado na Alemanha, chegou à conclusão de que 1 grama de alho consumido por dia reduz em 80% o volume na placa de aterosclerose nas artérias. Pesquisas recentes mostram que alguns de seus componentes, como a alicina (substância responsável pelo sabor e odor), inibe uma bactéria que causa a úlcera e que tem sido apontada como precursora do câncer gástrico. Reduz a pressão arterial e protege o coração ao diminuir a taxa de colesterol ruim e aumentar os níveis do colesterol bom, o HDL. Pesquisas indicam que pode ajudar na prevenção de tumores malignos.
Quantidade recomendada: um dente por dia (para diminuir o colesterol e a pressão arterial). Rico em componentes que ativam o sistema imunológico e combatem vírus, bactérias e fungos que causam infecções, o alho pode agir como coadjuvante no tratamento de resfriados, gripes e aftas, por exemplo. Além disso, graças aos compostos fitoquímicos (alicina e ajoeno), o alimento ajuda a baixar os níveis de a
çúcar no sangue e tem ação antioxidante importante no controle do câncer.
--------------------------------------------------
4 - SOJA

A soja é reconhecidamente o alimento que tem maior teor protéico. Ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares, segundo a FDA. Seu consumo regular pode diminuir os níveis de colesterol ruim em mais de 10%. Há indicações de que também ajuda a amenizar os incômodos da menopausa e a prevenir o câncer de mama e de cólon.
Quantidade recomendada: 150 gramas de grão de soja por dia, o equivalente a uma xícara de chá (para reduzir o colesterol).
As substâncias presentes na soja atuam devido ao fato de que a leguminosa é rica em isoflavonas. É um fitoestrôgenio, pois imita o estrógeno (hormônio sexual feminino). Quando elas entram no organismo da mulher na menopausa, são capturadas pela mesma proteína que carrega o hormônio estrógeno. Essa proteína leva as isoflavonas até o receptor do estrógeno, onde elas irão atuar como o hormônio, fazendo o papel dele no corpo da mulher. Consumida três vezes por semana a partir dos 25 anos, ajuda as mulheres a manterem os níveis de hormônios regulares depois da menopausa.
---------------------------------------------------------------------
5 - AZEITE DE OLIVA
.
Evitar todos os óleos vegetais parcialmente hidrogenados reduzirá sua idade verdadeira em 2,7 anos. Azeites com baixa acidez (de até 0,8%) são chamados de extra virgem e são os de maior qualidade. Para ter essa característica, não podem passar por processos térmicos ou químicos. Sua extração é feita a frio, a temperaturas inferiores a 27ºC, de maneira a conservar melhor aroma e sabor.
Ajuda a prevenir a arteriosclerose e seus riscos; melhora o funcionamento do estômago e do pâncreas; digere-se com maior facilidade do que qualquer outra gordura comestível; não tem colesterol e proporciona a mesma caloria dos outros óleos e acelera as funções metabólicas.
Azeite extra virgem tem muitos antioxidantes anticancerígenos: ômega 3 e esqualeno (que é um composto que previne câncer de cólon). Extra virgem significa que o nível de acidez é menor que 1%, vindo da primeira prensagem das azeitonas, que foram processadas a frio (processo que preserva os nutrientes e mantém o sabor). Quanto mais escuro, mais o sabor é acentuado. Auxilia na redução do LDL. Sua ingestão no lugar de margarina ou manteiga pode reduzir em até 40% o risco de doenças do coração e aumenta o HDL.
Quantidade recomendada: 15 mililitros por dia ou uma colher (de sopa rasa). Cada grama de azeite tem 9 calorias. 1 colher de sopa tem 125 calorias.
----------------------------------------------------------------------
6 - TOMATE
Devemos comer o ano inteiro. Diminui 40% de câncer de esôfago se você comer apenas um tomate por semana. Um tomate cru de tamanho médio contém somente 25 calorias. Tem licopeno, retarda envelhecimento das células da próstata. O cozimento do tomate facilita a absorção do licopeno pelo corpo, portanto o molho de tomate cozido é melhor do que o tomate cru. Coloque azeite de oliva no tomate, para absorver melhor o licopeno.
Se for beber suco de tomate coma alguma nozes antes (gordura), pois facilita a absorção do licopeno.
10 colheres de molho de tomate ingeridas semanalmente podem reduzir em 50% o risco de ocorrência de 11 tipos de câncer. Além de ser uma boa fonte de vitamina C, o tomate é ideal para quem quer perder peso, pois contém poucas calorias. 0 tomate funciona como antitóxico e laxante e ajuda o organismo a combater infecções. Além disso, é um excelente depurador do sangue. Também é rico em sais minerais, tais como: potássio, sódio, fósforo, cálcio, magnésio e ferro.
Nunca compre tomates com manchas escuras, partes podres ou emboloradas. Nem compre os verdes, que amadurecem fora do pé, pois eles têm menos vitaminas que os maduros. Escolha sempre os bem vermelhos, firmes e com a casca lisa. Auxilia na prevenção do câncer de próstata. Quantidade recomendada: uma colher e meia (sopa) de molho de tomate por dia.
--------------------------------------------------
7 - CASTANHA-DO-PARÁ
.
Auxilia na prevenção de problemas cardíacos. Também ganhou o selo de redutora de doenças cardiovasculares da FDA. Ao ingerir cinco ou seis nozes antes da refeição, você se sente saciado mais rápido e por mais tempo. As mulheres ficarão 3,4 anos mais jovens e os homens, 4,4 anos.
Ela é fonte de vitamina E selênio, que colaboram para frear a produção de radicais livres, desacelerar o envelhecimento e reduzir o risco de doenças do coração.
O mineral, ingerido em doses recomendadas (entre 55 e 70 gramas por dia), previne câncer, atua no equilíbrio do hormônio da glândula tireóide, fortalece a imunidade, reduz a toxidade de metais pesados e age no combate aos radicais livres. Apenas uma noz é suficiente para suprir as necessidades diárias de Selênio no organismo humano.
A castanha-do-pará, por exemplo, já ficou famosa por seu alto teor de selênio, mineral que atua no equilíbrio da tiróide (evitando oscilações de peso), previne tumores, fortalece o sistema imunológico e protege contra a ação dos radicais livres.

--------------------------------------------------
8 - IOGURTE

O iogurte semi ou desnatado tem mais cálcio por porção do que qualquer outro laticínio. É também uma importante fonte de proteínas, zinco e vitaminas A e do complexo B. O valor desse alimento está nos 6 milhões de bactérias probióticas (benéficas à saúde) por mililitro. Além de equilibrar a microflora intestinal, elas auxiliam no trabalho de absorção dos nutrientes, prevenindo infecções causadas por fungos, melhora a imunidade, aumentam a absorção de cálcio pelo organismo, controla o colesterol e reduz o risco de câncer. A sua ingestão é uma fonte de ajuda no crescimento das crianças. Mais ainda: o iogurte atenua as olheiras. Um copo de iogurte por dia já traz todos esses benefícios desde que não tenha corantes, conservantes, espessantes nem adição de açúcar - tudo isso pode atrapalhar a sobrevivência das bactérias no organismo.
A quantidade de cálcio diária ideal para ser ingerida é de 1000 a 1200 mg ao dia após a menopausa. 1 copo de iogurte tem aproximadamente 300 mg de cálcio. Calorias 90.
--------------------------------------------------
9 - UVA
Tem muitas fibras e tem resveratrol, flavonóide da casca da uva, deixa sistema imunológico e as artérias mais jovens, reduzindo câncer, derrame, perda da memória e doenças cardíacas. O resveratrol também vem sendo relacionado com a inibição da carcinogênese. Com propriedades laxativas e diuréticas, as uvas estimulam as funções do fígado, deixando você bem-disposta e com a pele mais bonita. Tem mais: além de serem boa fonte de vitamina C, ferro e potássio, elas contêm pectina (fibra) e bioflavonóides, que evitam o envelhecimento precoce. A uva vermelha ou preta, presente no suco, ajuda a aumentar o colesterol bom e evita o acúmulo de gordura nas artérias, prevenindo doenças do coração. Tanto a casca quanto a semente da uva, utilizadas na fabricação do vinho, possuem substâncias antioxidantes, conhecidas como polifenóis, poderosos aliados no combate aos radicais livres.
--------------------------------------------------
Cuidem-se - Liliana Diniz- FUABC

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

ISABELLE CANTA EDITH PIAFF


LINDO DEMAIS. VALE A PENA VER E OUVIR!

video

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

SUCO DE BETERRABA AUMENTA SUA RESISTÊNCIA FÍSICA. EXPERIMENTE!
Beber suco de beterraba ajuda a aumentar a resistência física e permite que atletas se exercitem por até 16% de tempo a mais, segundo um estudo realizado pela Universidade de Exeter, na Grã-Bretanha. De acordo com a pesquisa, o nitrato da beterraba ajuda a reduzir o consumo de oxigênio, diminuindo o ritmo em que as pessoas chegam à exaustão. O efeito de um copo de 500 ml do suco do legume seria maior do que o de treinamento regular. A descoberta poderia beneficiar pessoas com doenças cardiovasculares, respiratórias e metabólicas, além de atletas de esportes de resistência. Os cientistas ainda não sabem ao certo como o nitrato do suco de beterraba ajuda a aumentar a disposição física, mas eles suspeitam que a substância se transforma em óxido nítrico no corpo, reduzindo a quantidade de oxigênio consumida durante o exercício.
A pesquisa da Universidade de Exeter conduziu o estudo com oito homens entres 19 e 38 anos de idades, que tomaram 500 ml de suco de beterraba orgânico todos os dias, por seis dias consecutivos, antes de completarem uma série de exercícios em uma bicicleta ergométrica. Em outra ocasião, eles ingeriram um placebo de suco concentrado de cassis pelo mesmo período e tiveram de realizar a mesma rotina de exercícios. Depois de beber o suco de beterraba, o grupo conseguiu pedalar uma média de 11,25 minutos, 92 segundos a mais do que quando tomaram o placebo. Isso representa uma redução de aproximadamente 2% no tempo levado para percorrer uma determinada distância. A ingestão do suco de beterraba também fez com que o grupo apresentasse pressão arterial mais baixa durante o período de descanso.
Um dos pesquisadores envolvidos no estudo, Andy Jones, que também assessora a maratonista britânica Paula Radcliffe, disse estar maravilhado com os resultados, “porque esses efeitos não podem ser alcançados por outros meios, incluindo treinamento”.
“Tenho certeza que atletas profissionais e amadores vão ficar muito interessados nos resultados do estudo. Também gostaria de explorar a relevância dos resultados para pessoas que têm má forma física e poderiam usar a suplementação da dieta como uma maneira de ajudá-los em seu dia-a-dia”, diz Jones. Já o acadêmico John Brewer, especialista em ciência do esporte na Universidade de Bedfordshire acha que ainda é preciso aprofundar os estudos sobre a questão.
“As descobertas podem ser muito animadoras para aqueles envolvidos em esporte, mas estudos mais amplos são necessários para que possamos saber os benefícios exatos e entender os mecanismos envolvidos.”
(Liliana)

terça-feira, 18 de agosto de 2009

QUEM SABE SOMAR, SABE TAMBÉM DIVIDIR

Somar é a primeira operação matemática que se aprende, a que temos mais facilidade e que gostamos mais. Primeiro a gente gosta de somar várias vezes palitos e giz, depois brinquedos e roupas da moda, depois somar dinheiro, carros e casas, e sempre somar alegria e felicidade. Isto já é multiplicação, que também é fácil de aprender, é só somar várias vezes a mesma coisa.
A segunda operação que aprendemos é a subtração. Aí começa a ficar estranho. Principalmente quando tem que pedir emprestado na casa do vizinho, digo, casa decimal ao lado. Ninguém gosta mais de diminuir do que somar. Quando chega na divisão é quase um desespero, ainda mais quando sobra um resto. É que ninguém entende aonde ou pra quem vai ficar o resto. Até no cotidiano ninguém gosta de dividir nada. A dificuldade no aprendizado não parece à toa, o homem rejeita essa prática. Quando o homem aprender a dividir corretamente e saber onde deve ficar o resto, entenderá que é o mesmo que somar para alguns, mantendo a quantidade de outros, sem necessariamente subtrair de alguém, ou seja, é o mesmo que somar igual para todos; entenderá também que somando os restos teremos mais um inteiro divisível, fazendo outros felizes. O resultado final também é uma soma, a soma da felicidade geral. Poderíamos até chamar esta operação de soma distribuída. Com esta visão, com certeza a matemática daria mais resultados, talvez fosse dispensável aprender contas de dividir e os homens continuariam felizes a somar palitos, brinquedos, dinheiros, carros, casas e felicidade, porém não somente para si. Quem sabe? (Liliana)

sábado, 15 de agosto de 2009

A FELICIDADE É CONSTRUIDA DE MOMENTOS
Para ser feliz não quero deixar de ter o que tenho, quero possuir coisas que me proporcionem o conforto, mas longe de mim que eu me torne escrava delas. Para ser feliz não preciso humilhar o próximo, quero compartilhar com ele as suas alegrias e tristezas. Para ser feliz não quero ser doutora, atriz ou cantora, quero colocar em meus textos a inocência de uma vida, a inocência dos sentidos, a sinceridade dos sentimentos. Para ser feliz não quero casar com um príncipe encantado, quero um homem real, composto de beleza e coragem, de amor e humildade. Para ser feliz não quero uma mansão onde comigo more a solidão, quero uma casinha, onde eu viva cheia de alegria, onde eu possa contemplar as estrelas pela falha do telhado, onde eu sinta a brisa entrando pelas frestas das telhas e onde eu possa receber os primeiros raios do sol pela janela. Para ser feliz não quero chorar pelo passado, quero ir ao encontro dele, sempre, lembrar o quanto chorei e sorri, o quanto sofri e progredi; o passado é uma sabedoria. Para ser feliz não quero ter no meu rol de amigos pessoas de nomes importantes, quero ter amigos que independente disso são humildes e prezam a verdadeira amizade, estando comigo em todos os momentos da minha vida. Para ser feliz não quero fama nem dinheiro, não quero ter um amor passageiro, para ser feliz eu quero um encontro casual cheio de saudade, quero um beijo apaixonado, quero um abraço com afeto, quero um acaso com sentido. Para ser feliz eu quero ser feliz hoje, porque a felicidade é construída de momentos, e hoje é sempre tempo para ser feliz. (Lili)

sábado, 8 de agosto de 2009

SAIBA TUDO SOBRE A GRIPE SUÍNA

PERGUNTAS E RESPOSTAS:

1- Quanto tempo dura vivo o vírus suíno numa maçaneta ou superfície lisa?
R: Até 10 horas.
.
2- Quão útil é o álcool em gel para limpar-se as mãos?
R: Torna o vírus inativo e o mata.

3- Qual é a forma de contágio mais eficiente deste vírus?
R: A via aérea não é a mais efetiva para a transmissão do vírus, o fator mais importante para que se instale o vírus é a umidade, (mucosa do nariz, boca e olhos) o vírus não voa e não alcança mais de um metro de distância.

4- É fácil contagiar-se em aviões?
R: Não, é um meio pouco propício para ser contagiado.

5- Como posso evitar contagiar-me?
R: Não passar as mãos no rosto, olhos, nariz e boca. Não estar com gente doente. Lavar as mãos mais de 10 vezes por dia.

6- Qual é o período de incubação do vírus?
R: Em média de 5 a 7 dias. Os sintomas aparecem quase imediatamente.

7- Quando se deve começar a tomar o remédio?
R:
Dentro das 72 horas os prognósticos são muito bons, a melhora é de 100%.

8- De que forma o vírus entra no corpo?
R: Por contato ao dar a mão ou beijar-se no rosto e pelo nariz, boca e olhos.

9- O vírus é mortal?
R: Não, o que ocasiona a morte é a complicação da doença causada pelo vírus, que é a pneumonia.

10- Que riscos têm os familiares de pessoas que faleceram? Podem ser portadores e formar uma rede de transmissão?
R: SIM


11- A água de tanques ou caixas de água transmite o vírus?
R: Não porque contém químicos e está clorada

12- O que faz o vírus quando provoca a morte?
R: Uma série de reações como deficiência respiratória, a pneumonia severa é o que ocasiona a morte.

13- Quando se inicia o contagio, antes dos sintomas ou até que se apresentem?
R: Desde que se tem o vírus, antes dos sintomas.

14- Qual é a probabilidade de recair com a mesma doença?
R: De 0%, porque fica-se imune ao vírus suíno.

15- Onde encontra-se o vírus no ambiente?
R: Quando uma pessoa portadora espirra ou tosse, o virus pode ficar nas superfícies lisas como maçanetas, dinheiro, papel, documentos, sempre que houver umidade. Já que não será esterilizado o ambiente se recomenda extremar a higiene das mãos.

16- O vírus ataca mais às pessoas asmáticas?
R: Sim, são pacientes mais suscetíveis, mas ao tratar-se de um novo germe todos somos igualmente suscetíveis.

17- Qual é a população que está atacando este vírus?
R: De 20 a 50 anos de idade.

18- É útil a máscara para cobrir a boca?
R: Existem alguns de maior qualidade que outros, mas se você não está doente é pior, porque os vírus pelo seu tamanho o atravessam como se este não existisse e ao usar a máscara, cria-se na zona entre o nariz e a boca um microclima úmido próprio ao desenvolvimento viral: mas se você já está infectado use-o para não infectar aos demais, apesar de que é relativamente eficaz.

19- Posso fazer exercício ao ar livre?
R: Sim, o vírus não anda no ar nem tem asas.

20- Serve para algo tomar Vitamina C?
R: Não serve para nada para prevenir o contagio deste vírus, mas ajuda a resistir seu ataque.

21- Quem está a salvo desta doença ou quem é menos suscetível?
R: A salvo não está ninguém, o que ajuda é a higiene dentro de lar, escritórios, utensílios e não ir a lugares públicos.

22- O virus se move?
R: Não, o vírus não tem nem patas nem asas, a pessoa é quem o coloca dentro do organismo.

23- Os mascotes contagiam o vírus?
R: Este vírus não, provavelmente contagiem outro tipo de vírus.

24- Se vou ao velório de alguém que morreu desse vírus posso me contagiar?
R: Não.

25- Qual é o risco das mulheres grávidas com este vírus?
R: As mulheres grávidas têm o mesmo risco mas por dois, podem tomar os antivirais mas em caso de contagio e com estrito controle médico.

26 - O feto pode ter lesões se uma mulher grávida se contagia com este vírus?
R: Não sabemos que estragos possa fazer no processo, já que é um vírus novo.

27- Posso tomar acido acetilsalicílico (aspirina)?
R: Não é recomendável, pode ocasionar outras doenças, a menos que você tenha prescrição por problemas coronários, nesse caso siga tomado.

28- Serve para algo tomar antivirales antes dos sintomas?
R: Não serve para nada.

29- As pessoas com AIDS, diabetes, câncer, etc., podem ter maiores complicações que uma pessoa sadia de se contagiar com o vírus?
R: SIM.

30- Uma gripe convencional forte pode se converter em influenza?
R: NÃO.

31- O que mata o vírus?
R: O sol, mais de 5 dias no meio ambiente, o sabão, os antivirais, álcool em gel.

32- O que fazem nos hospitais para evitar contágios a outros doentes que não têm o vírus?
R: O isolamento.

33- O álcool em gel é efetivo?
R: SIM, muito efetivo.

34- Se estou vacinado contra a influenza estacional sou inócuo a este vírus?
R: Não serve para nada, ainda não existe vacina para este vírus.

35- Este vírus está sob controle?
R: Não totalmente, mas estão tomando medidas agressivas de contenção.

36- O que significa passar de alerta 4 a alerta 5?
R: A fase 4 não faz as coisas diferentes da fase 5, significa que o vírus se propagou de Pessoa a Pessoa em mais de 2 países; e fase 6 é que se propagou em mais de 3 países.

37- Aquele que se infectou deste vírus e se curou, fica imune?

R: SIM.

38- As crianças com tosse e gripe têm influenza?
R: É pouco provável, pois as crianças são pouco afetadas.

39- Medidas que as pessoas que trabalham devam tomar?
R: Lavar-se as mãos muitas vezes ao dia.

40- Posso me contagiar ao ar livre?
R: Se há pessoas infectadas e que tussam e/ou espirre perto pode acontecer, mas a via aérea é um meio de pouco contágio.

41- Pode-se comer carne de porco?
R: SIM, pode e não há nenhum risco de contágio.

42- Qual é o fator determinante para saber que o vírus já está controlado?
R: Ainda que se controle a epidemia agora, no inverno boreal (hemisfério norte) pode voltar e ainda não haverá uma vacina.
(LILIANA-FONTE - FACULDADE MEDICINA DO ABC)

terça-feira, 4 de agosto de 2009

FUJA DO ESTRESS E PROLONGUE SUA VIDA

Que viver estressado favorece uma série de encrencas no corpo inteiro, de diabete a problemas cardiovasculares, passando por depressão e até mesmo infertilidade, já está mais do que comprovado. Agora, cientistas de dois importantes centros de pesquisa paulistanos, a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), descobriram mais um efeito nocivo - para não dizer devastador - das reações orgânicas ao estado de tensão permanente: uma inflamação no cérebro. Mais precisamente no hipocampo, área da massa cinzenta associada à memória, e no córtex frontal, responsável pelos nossos raciocínios mais complexos. Isso pode, com o tempo, levar os neurônios à morte.
Os danos causados pelo desaparecimento gradual dessas células nervosas vão de pequenos lapsos de memória até doenças degenerativas, como os males de Alzheimer e Parkinson. O estresse, claro, em princípio não existe para nos atacar — ao contrário, seria uma reação de defesa do organismo diante de um perigo iminente, despejando substâncias que preparam o corpo para fugir ou lutar. E nem precisa ser uma ameaça tão aterrorizante quanto a que enfrentava o homem primitivo diante de um animal selvagem. Pequenos sustos no dia-a-dia ou viver com a cabeça mergulhada em problemas podem disparar a mesma cascata hormonal. E, se isso se torna freqüente... A ameaça do estresse é tão séria que os pesquisadores alertam: tem mais chances de preservar seus neurônios quem consegue levar uma vida sem grandes sobressaltos. Até parece um contra-senso, mas o cortisol, hormônio que o corpo secreta em situações estressantes, é capaz de funcionar como um potente antiinflamatório. Em pequena quantidade, bem entendido. Senão, o efeito é exatamente o oposto. Em altas doses, esse hormônio aciona uma proteína chamada fator de transcrição kappa B no interior das células cerebrais. Essa substância, por sua vez, ativa três genes responsáveis pela produção de proteínas associadas à inflamação, que também podem levá-las à morte por cansaço. Quando as tensões acumuladas ultrapassam o limite do suportável, o corpo acusa o golpe, assim como a mente. "O medo e a ansiedade tiram de cena o pensamento lógico e podem levar o indivíduo a imaginar situações de pânico", lembra uma das maiores especialistas brasileiras em estresse, a psicóloga Marilda Lipp, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, no interior paulista.
Infelizmente, hoje em dia nem mesmo quem mora longe das metrópoles está livre de fantasiar um assalto ao sair de um caixa eletrônico, por exemplo, desencadeando o chamado estresse por antecipação - uma forma, aliás, que acomete exclusivamente os pobres e estressados seres humanos. Os outros animais só sofrem diante de perigos reais, como ficar cara a cara com o predador. "É o preço que pagamos por sermos inteligentes", provoca a farmacologista Carolina Demarchi Munhoz, uma das autoras do estudo feito na USP, hoje atuando na Universidade Stanford, nos Estados Unidos. Se é assim, por triste ironia, é a inteligência que está destruindo os nossos neurônios. Melhor seria usá-la para tocar a vida de um jeito mais sábio — quer dizer, mais calmo.
_____
PRESERVE A SUA MENTE - COMA DIREITO
E capriche nas porções de frutas, legumes e de peixes, como o salmão e o arenque. Um estudo realizado por pesquisadores franceses revela que uma dieta rica em ômega-3, presente nos pescados de água fria, aumenta a produção dos neurotransmissores relacionados à disposição e ao bom humor.
_____
FAÇA EXERCÍCIOS
Praticada apenas três vezes por semana, por no mínimo 20 minutos, a atividade física já mostra seu impacto no cérebro: diminui a ansiedade, a tensão e a fadiga.
_____
PROCURE MEDITAR
Dedicar alguns minutos do dia à meditação ajuda o corpo a combater os efeitos do estresse. A técnica transcendental regula a reação às tensões — seus resultados são muito semelhantes aos da prática de exercícios físicos.
_____
BEIJE, ABRACE, AME
Segundo psicólogos da Universidade de Wisconsin, dos Estados Unidos, o contato físico com pessoas nas quais confiamos atua positivamente sobre os neurônios em situação de ameaça. Os cientistas também concluíram que, quanto mais consolidada estiver uma relação amorosa, maior é o alívio da tensão emocional.
_____
FIQUE EM CONTATO COM A NATUREZA
Sabemos, intuitivamente, que ficar em ambientes repletos de plantas, por exemplo, faz bem à saúde. A simples contemplação de uma bela paisagem traz renovação física e mental. Essa observação, aliás, é de pesquisadores da Universidade de Uppsala, na Suécia, que investigam o que pode apressar a recuperação do estresse. (Lili)