TRADUTOR

terça-feira, 18 de agosto de 2009

QUEM SABE SOMAR, SABE TAMBÉM DIVIDIR

Somar é a primeira operação matemática que se aprende, a que temos mais facilidade e que gostamos mais. Primeiro a gente gosta de somar várias vezes palitos e giz, depois brinquedos e roupas da moda, depois somar dinheiro, carros e casas, e sempre somar alegria e felicidade. Isto já é multiplicação, que também é fácil de aprender, é só somar várias vezes a mesma coisa.
A segunda operação que aprendemos é a subtração. Aí começa a ficar estranho. Principalmente quando tem que pedir emprestado na casa do vizinho, digo, casa decimal ao lado. Ninguém gosta mais de diminuir do que somar. Quando chega na divisão é quase um desespero, ainda mais quando sobra um resto. É que ninguém entende aonde ou pra quem vai ficar o resto. Até no cotidiano ninguém gosta de dividir nada. A dificuldade no aprendizado não parece à toa, o homem rejeita essa prática. Quando o homem aprender a dividir corretamente e saber onde deve ficar o resto, entenderá que é o mesmo que somar para alguns, mantendo a quantidade de outros, sem necessariamente subtrair de alguém, ou seja, é o mesmo que somar igual para todos; entenderá também que somando os restos teremos mais um inteiro divisível, fazendo outros felizes. O resultado final também é uma soma, a soma da felicidade geral. Poderíamos até chamar esta operação de soma distribuída. Com esta visão, com certeza a matemática daria mais resultados, talvez fosse dispensável aprender contas de dividir e os homens continuariam felizes a somar palitos, brinquedos, dinheiros, carros, casas e felicidade, porém não somente para si. Quem sabe? (Liliana)

6 comentários:

CESAR disse...

Eu gosto de tudo que vc escreve, minha princesa. Você é linda!!!
Bjos,

Cesar - FUABC - Santo André

Memória de Elefante disse...

muito bom e verdadeiro teu texto,vivencias do cotidiano de maneira gentil e um que de ternura!

Prof Ms João Paulo de Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Liliana disse...

Olá Professor João Paulo, fiquei feliz com sua visita, volte sempre.
Bjos,
Liliana

Ana Célia de Freitas. disse...

Boa tarde Liliana.
Fiquei curiosa e vim espiar seu blog.
Muito interessante o assunto abordado,é de pessoas mais humanas e menos consumistas que o mundo está precisando,é uma pena que a maioria dos jovens da atualidade só querem ter e ser,mas responsabilidade que é bom...
Beijos e muito sucesso.
Ana Célia de Freitas.Franca/SP.

Liliana disse...

Ana Célia, desculpe-me pelo atraso em lhe responder. Seja bem vinda! Ando sem tempo para atualizar o blog, mas vou me esforçar para dar uma sequência maior.
Beijos, amiga. Estou feliz com sua visita!
Liliana